Publicidade

Minimalismo: como essa prática pode te dar mais tempo livre

minimalismo

Minimalismo. Uma prática que vem ganhando cada vez mais espaço nas discussões sobre qualidade de vida e produtividade no trabalho. Essas discussões trazem muitas dúvidas para os não iniciados.

Talvez você já tenha se perguntado, ao ouvir falar sobre minimalismo: “o que é isso?”, ou “o que é preciso para começar?”. Uma das questões mais levantadas é, certamente, sobre a possibilidade do minimalismo aumentar a produtividade. Será que é possível?

Aqui no Hackmode, nós pretendemos explicar tudo sobre essas questões que você e outras pessoas têm. Claro, faremos isso ao longo de vários posts. E o primeiro passo é apresentar para você uma das mais importantes vantagens do minimalismo: ter mais tempo livre.

Uma breve explicação sobre o que é minimalismo

O minimalismo é um estilo de vida, um mindset, e não uma metodologia ou prática. Muita gente acha que minimalismo é uma forma radical de viver: onde você deve se livrar de todos os seus bens materiais não essenciais e ficar, apenas, com as poucas coisas que importam de verdade. Que é preciso doar o seu guarda roupa, a sua televisão e viver em um pequeno apartamento, apenas com uma cadeira.

Não é bem assim…

O minimalismo é, de certa maneira, uma vontade de “ser e ter” de forma consciente. É saber lidar com o consumismo que nos tenta e que nos provoca diariamente com falsas necessidades, e que muitas vezes acaba nos distanciando do que realmente importa.

Mas o que é isso que “realmente importa”? Bem, para cada pessoa pode ser uma coisa ou várias! O tempo, certamente, é uma delas. Afinal, não importa quanto dinheiro você tenha, é impossível comprar tempo.

A boa notícia é que, seja rico ou seja pobre, você pode ganhar.

O que é importante na sua vida?

O que é importante na sua vida? Pode ser passar mais tempo com a família, com os amigos. Pode ser poder dormir um pouco mais, ou ter aquelas duas horas só para você assistir um filme, ou aproveitar o seu videogame. Podem ser várias coisas, isso varia de pessoa para pessoa.

Mas, certamente, você não elencaria “arrumar e limpar a casa”, como algo importante para você. Ok, é essencial, é – até – obrigatório. Mas não é importante. Ter que arrumar e limpar a casa com frequência, não é algo que te traz felicidade (embora quando terminamos essa tarefa, certamente ficamos um senso de completude).

Então, a primeira vantagem que o minimalismo trará para a sua vida, é poupar tempo na hora de limpar e arrumar a sua casa. Eu sei, pode parecer algo bobo, a primeira vista, mas pode ter certeza de que não é.

Como aplicar o minimalismo para diminuir o trabalho de arrumar as minhas coisas e, assim, ganhar tempo?

A ideia por trás disso é bem simples: Tenha menos coisas na sua casa, e você terá menos itens para limpar e organizar. Imagine uma coisa: Se produtividade no trabalho é ter organização e conseguir executar a sua lista de tarefas de maneira eficiente e inteligente, na sua casa, produtividade é a mesma coisa.

O que você precisa é ter menos itens na sua lista, para assim, poder terminar tudo mais rápido e ter mais tempo livre para aproveitar com o que realmente importa.

O primeiro passo para isso é, sim, se livrar do que você não quer ou não precisa. Doe as suas roupas, sapatos, móveis, eletrodomésticos, gadgets. Mas é claro, apenas os que você não quer mais. E você sabe quais são eles: são aqueles que estão guardados há muito tempo, e que você não usa.

Claro, não são necessários radicalismos. Como já foi dito, a ideia não é que você viva em um lugar, apenas, com uma cadeira e um colchão no chão. Mas, na maioria dos casos, não precisamos de tudo o que temos em casa. Tudo que acumulamos ao longo dos anos.

O segundo passo é pegar o que você quis manter e guardar de forma inteligente. Acomode itens pequenos dentro de caixas, por exemplo. Tente agrupar o máximo de coisas. Dessa maneira, além de poder acessar tudo de forma mais prática, você protege os seus objetos da poeira, diminuindo a necessidade de limpá-los.

E o terceiro e último passo, é manter o minimalismo na sua vida, com uma prática bastante simples: institua a regra do “um dentro, um fora”. Ou seja, toda vez que você comprar algo novo para você ou sua casa, doe ou jogue fora algo que já tinha. Dessa maneira, você evita perder o foco e voltar a acumular objetos novamente.

Com essas práticas simples, você terá menos coisas para arrumar e para limpar, ganhando tempo para poder aproveitar com o que realmente importa na sua vida.

1 pensamento em “Minimalismo: como essa prática pode te dar mais tempo livre

  1. Pingback: Seja minimalista: 3 dicas para começar hoje - Hackmode

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Receba dicas de produtividade

Siga-nos no instagram @thehackmode